ANTT publica novos valores dos pisos mínimos de frete
Notícias

ANTT publica novos valores dos pisos mínimos de frete

OCom a alta no preço do diesel, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) atualizou a tabela de valores mínimos de frete usada pelos caminhoneiros no fim do mês de outubro, com reajustes médios variando de 4,54% a 5,90%, dependendo do tipo de veículo e classe de carga.

De acordo com a legislação, quando a oscilação no preço do óleo diesel no mercado nacional for maior que 10%, o órgão precisa publicar novas regras. Fora isso, a tabela é atualizada somente duas vezes ao ano, em janeiro e julho, desde maio de 2018, quando entrou em vigor a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (PNPM).

Para se ter uma ideia do cenário, em agosto, o valor do frete teve aumento de 1,58% frente ao mesmo mês do ano passado, mas o preço do diesel, no mesmo período, subiu 37,25%. Em 2020, o custo com logística no país bateu recorde e chegou a 12,6% do PIB. Dos quatro segmentos que compõem os custos com logística, houve aumento dos transportes, estabilidade em gastos administrativos (0,5%), e armazenagem (0,9%). Já as despesas com estoques caíram de 3,2% para 3%, pela redução da taxa básica de juros. Apesar da queda de 4,1% do PIB brasileiro, houve aumento da demanda por transportes, com a mudança no padrão de consumo pela pandemia. Para 2021, a previsão é novo recorde nos custos logísticos, puxado pelo aumento dos preços dos combustíveis para os transportes.

(Novembro/2021)


<< Voltar

Rede Social



Todos os direitos reservados
São Paulo
11 2949-3325 // 2939-1976
Itupeva
11 4581-9263
contato@pbextransportes.com.br
Desenvolvimento