CNT divulga pesquisa sobre qualidade das rodovias brasileiras
Notícias

CNT divulga pesquisa sobre qualidade das rodovias brasileiras

Uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Transporte e a SEST SENAT, a 23ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias, indicou uma piora nas condições das rodovias brasileiras.

No estudo, 59% da extensão dos trechos avaliados apresentou problemas em 2019. No ano anterior, foi 57%. Também está pior a situação do pavimento (52,4% com problema), da sinalização (48,1%) e da geometria da via (76,3%). No ano passado, a avaliação foi 50,9%, 44,7% e 75,7% com problemas, respectivamente.

Segundo o estudo, as condições ruins do pavimento geram um aumento de custo operacional do transporte de 28,5%. Já na questão ambiental, neste ano, estima-se que haverá um consumo desnecessário de 931,8 milhões de litros de diesel devido à má qualidade do pavimento. Esse desperdício custará R$ 3,30 bilhões aos transportadores.

O prejuízo gerado pelos acidentes foi de R$ 9,73 bilhões em 2018. No mesmo período, o governo gastou R$ 7,48 bilhões com obras de infraestrutura rodoviária de transporte. De acordo com o CNT, para recuperar as rodovias no Brasil, com ações emergenciais, de manutenção e de reconstrução, são necessários R$ 38,60 bilhões. O orçamento para o setor, porém, é R$ 5,29 bilhões para 2020 (leia aqui).

A íntegra da pesquisa CNT de Rodovias pode ser conferida aqui.

(Novembro/2019)


<< Voltar

Rede Social



Todos os direitos reservados
São Paulo
11 2949-3325 // 2939-1976
Itupeva
11 4581-9263
contato@pbextransportes.com.br
Desenvolvimento