Novo coronavírus muda planos de montadoras e preocupa produção nacional
Notícias

Novo coronavírus muda planos de montadoras e preocupa produção nacional

Com casos confirmados do novo coronavírus no Brasil, os sinais de preocupação têm refletido na economia. A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) adiou o Salão do Automóvel de São Paulo para 2021 e já espera reflexos sobre a produção nacional.

Com o alto número de desistências na participação do Salão do Automóvel de São Paulo este ano, as montadoras decidiram por unanimidade adiar o evento para 2021, ainda sem data definida. A Anfavea espera que, com o adiamento, seja possível alterar o formato do evento, para que ele custe menos - o setor gasta de R$ 250 milhões a R$ 300 milhões em um salão.

Com relação à produção local, as fabricantes apontam que há risco de falta de peças e componentes em algumas linhas de montagem. O problema deve se concretizar entre março e abril, já que os produtos demoram em média de oito a dez semanas para desembarcarem no Brasil. Porém, a Anfavea reforçou que caso haja alguma paralisação por algum período, a indústria é capaz de reverter as perdas de produção rapidamente, provavelmente no mês seguinte.

(Março/2020)


<< Voltar

Rede Social



Todos os direitos reservados
São Paulo
11 2949-3325 // 2939-1976
Itupeva
11 4581-9263
contato@pbextransportes.com.br
Desenvolvimento